Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

tyaraju
No comando: Máximas da Vida

Das 9:00 as 11:00

13507003_1060658397361518_453000075740387301_n
No comando: Mate da Esperança.

Das 9:00 as 12:00

13507003_1060658397361518_453000075740387301_n
No comando: Terra e Raiz!

Das 06:30 as 8:00

ee3a02f801d33a8e4413d3c2e53fa2b8
No comando: PILOTO AUTOMÁTICO

Das 06:30 as 11:45

tyaraju
No comando: Vida Gaúcha.

Das 08:00 as 09:00

tyaraju
No comando: Comunidade 87.9

Das 11:00 as 13:00

ee3a02f801d33a8e4413d3c2e53fa2b8
No comando: PILOTO AUTOMÁTICO

Das 12:00 as 20:00

13507003_1060658397361518_453000075740387301_n
No comando: VIDA SHOW

Das 13:00 as 17:00

tyaraju
No comando: MATE NOVO

Das 17:00 as 19:00

images
No comando: Voz do Brasil

Das 19:00 as 20:00

ee3a02f801d33a8e4413d3c2e53fa2b8
No comando: Piloto Automático

Das 20:00 as 06:30

Pardais de rodoviais federais do RS e SC são reativados

Compartilhe:
thumb

Multas estão sendo registradas desde segunda-feira

Os pardais das rodoviais federais no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina já estão registrando multas por excesso de velocidade. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os equipamentos foram reativados na segunda-feira, mas apenas nesta quarta o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) informou a PRF.

Os radares foram desligados em 11 de novembro, afetando mais de 100 pardais no Estado, em estradas como a BR 101, BR 290 e a BR 386. As lombadas eletrônicas – que mostram a velocidade do veículo – foram mantidas em funcionamento durante o período.

O serviço – prestado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) – foi suspenso após empresas questionarem o resultado da licitação de 2016, que contratou o serviço de pardais. Segundo o departamento, muitas das empresas que perderam o pregão – e entraram com recurso – “hoje têm equipamentos instalados nas rodovias federais por meio de contratos emergenciais que o Dnit foi obrigado a firmar, a fim de manter o serviço de fiscalização de velocidade”. Correio do Povo.

Deixe seu comentário: